Notícia LCS Advogados

Liberdade para o goleiro Bruno: compreendendo o incompreensível


O goleiro Bruno Fernandes de Souza foi condenado pelo Tribunal do Júri da Comarca de Contagem (MG) a cumprir pena de 22 anos e três meses de reclusão, dos quais 17 anos e seis meses em regime fechado, por homicídio triplamente qualificado e ocultação de cadáver, sob a acusação de ter sido o manda…
Fonte: Conjur